Intelbras pagará US$ 4,7 milhões por aquisição; veja detalhes abaixo (Imagem: ./Gustavo Kahil)

A Intelbras (INTB3) anunciou nesta segunda-feira (9) que acertou um contrato para a aquisição de 55% do capital social da Allume, holding colombiana que atua nos segmentos de segurança eletrônica, redes, comunicação, automação predial e gestão de energia.

Pela participação, a Intelbras pagará cerca de R$ 24 milhões (US$ 4,7 milhões), montante sujeito a ajustes previstos no contrato. O pagamento ocorrerá da seguinte forma:

  • 30% foram pagos nesta segunda mediante transferência bancária, de acordo com taxa de câmbio vigente do dia;
  • 60% serão pagos em parcelas mensais ao longo de um ano, sendo uma delas vinculada ao cumprimento de determinadas metas operacionais e financeiras para 2023; e
  • até 10% serão pagos em parcelas anuais ao longo de três anos.

Pelo contrato, a Intelbras também poderá comprar os 45% do capital social restantes da Allume. A opção de compra poderá ser exercida pela companhia ao longo de cinco anos, com possibilidade de prorrogação por mais cinco anos.

De acordo com a Intelbras, a aquisição fortalece a estratégia de internacionalização da companhia, bem como sua participação de mercado na América Latina.

As empresas manterão suas operações comerciais independentes e as sinergias serão captadas nos processos internos de gestão.

A Intelbras esclarece que a aquisição foi objeto de autorização por parte da Superintendencia de Industria y Comercio da Colombia (SIC).

Fundada em 1997 em Cali, Colômbia, a Allume possui filiais em Bogotá, Medellín e Barranquilla e é uma das líderes do mercado colombiano. Em 2022, a empresa faturou cerca de R$ 102 milhões.



Fonte