Robôs da Google combinam a habilidade de reconhecer objetos por meio da inteligência artificial, e executar tarefas com dinamismo da robótica (Imagem: REUTERS/Shannon Stapleton)

A Google (GOGL34) publicou nesta quinta-feira (14) uma nova pesquisa que mistura robótica e inteligência artificial. Em publicação, observa-se uma série de robôs físicos que treinam tarefas de escritório do cotidiano.

As pesquisas da empresa mostra avanços assustadores, com execuções que vão desde pegar o cafezinho até separar o lixo. Os robôs combinam a habilidade de reconhecer objetos por meio da inteligência artificial e executar tarefas com dinamismo da robótica.

“Hoje, discutimos um experimento em larga escala em que implantamos uma frota de robôs habilitados para #ReinforcementLearning em prédios de escritórios para separar resíduos e reciclar. Leia como nosso sistema robótico usa dados offline e online para permitir a adaptação ao mundo real”, escreve.

  • Entre para o Telegram do .! Acesse as notícias que enriquecem seu dia em tempo real, do mercado econômico e de investimentos aos temas relevantes do Brasil e do mundo. Clique aqui e faça parte!

A sala de aula da Google que treina inteligência artificial

A área de reinforcement learning, ou aprendizagem por reforço em português, refere-se à anteriormente mencionada “escola de robôs”. Nela, a inteligência artificial aprende a executar tarefas por meio da repetição, e assim, inclusão de dados em seu histórico.

O modelo do robô da Google, após “graduado”, pode ser capaz de fazer tarefas mais complexas, e de forma automatizada. Entre os exemplos, estão consertar veículos automotivos e eletrodomésticos, cozinhar, pintar e até realizar cirurgias.

Fonte: Google

Vem mais por AI…

Outras empresas também avançam na área de robótica. Uma das mais famosas é a Boston Dynamics com seu robô Atlas. Entretanto, o modelo humanoide ainda não tem pesquisas avançadas com integração de inteligência artificial.





Fonte