O surto de Aids que movimentou, e assustou, os brasileiros na década de 1980 será tema de uma nova produção da HBO Max. Sob o nome de Máscaras Não Cairão Automaticamente, a série vai contar um pouco sobre a epidemia da doença e mostrar o desenvolvimento dos primeiros tratamentos no país. 

O começo da produção foi confirmado pelo colunista Fefito, do UOL. De acordo com ele, a sequência vai mostrar como funcionava o contrabando de AZT, ou zidovudina, para o Brasil por pilotos de avião e comissários de bordo. A medicação é um antirretroviral que surgiu nos anos 1980 para impedir a multiplicação de vírus no organismo e ficou conhecida como coquetel, mas era proibido em território nacional.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2

0

Ainda sem elenco definido, Máscaras Não Cairão Automaticamente terá nomes como Marcelo Gomes, Leonardo Moreira e Patricia Corso no roteiro. As filmagens devem começar no segundo semestre deste ano. 

 

 





Fonte