“Jovens bonitos, beijo na boca, música, sorrisos lindos, pessoas apaixonadas e histórias boas.” É assim que o cantor Vitão define a nova minissérie do Disney+, Tá Tudo Certo. A novidade chegou esta semana ao serviço de streaming e, além do artista, tem nomes como Clara Buarque, Ana Caetano, Toni Garrido e Pedro Calais no elenco. 

Na trama, que tem roteiro de Raphael Montes, Felipe Simas e Rubel, Pedro (Pedro Calais) e Ana (Ana Caetano) se conhecem em um sarau. Ela é um nome em ascensão na música e busca sucesso na área. Mas o que poderia ser uma simples história de amor, vai trazer questionamentos e fazer com que os envolvimentos repensam prioridades. 

“[É uma série que mostra] que quem acredita sempre alcança, que tudo é possível. São jovens com seus conflitos e inseguranças, mas com um amor muito grande pela arte, pela música, e todo mundo ali está se encontrando, seguindo atrás dos sonhos. É bonito de ver”, analisa Clara Buarque. 

A atriz, que está no ar na TV aberta como a Bia, de Travessia, afirma que foi incrível trabalhar no projeto. “Só de poder estar nesse ambiente, assistindo esses artistas tocando, cantando, foi muito enriquecedor”, afirma. Em conversa com o Metrópoles, ela revela ainda ser uma apaixonada por séries e filmes do gênero. Filha de Carlinhos Brown e neta de Chico Buarque, ela conta ainda que cresceu no meio musical e adora trabalhos que envolvam isso. 

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4

0

“É sempre uma benção fazer trabalhos em que eu possa cantar, que eu possa me expressar também através da voz. [A música] sempre esteve em mim, na minha família, no ambiente que cresci, foi um processo muito natural e presente na minha vida”, lembra. 

Conhecido por hits como Café e Flores, feat com Luísa Sonza, Vitão é um nome conhecido do meio musical. Mas nem a experiência na área o preparou completamente para os desafios de Tá Tudo Certo. Ele conta que estava com dor de garganta e nariz entupido quando precisou gravar uma cena em que canta na trama.

“Estava super inseguro no dia de cantar, porque estava com sintomas de gripe e [pensei] ‘Nossa, estou aqui no meio de vários cantores, vários artistas e vou ter que cantar’”, conta aos risos. “Lembro que pedi para o Simas para regravar a voz. Mas foi uma experiência de coragem para mim. Tive que ser corajoso.”





Fonte