O novo projeto de descontinuidade das negociações do Nubank no Brasil dará três opções aos acionistas brasileiros (Imagem: Rafael Borges/ Money times)

O Nubank (NUBR33) divulgou ao mercado na última quarta-feira (5) um novo plano para descontinuar as negociações dos seus BDRs Nível III na Bolsa brasileira.

As novas diretrizes apresentadas pelo conselho administrativo da fintech brasileira ainda precisa ser aprovada pela B3 e pela CVM (Comissão de Valores Imobiliários).

Caso seja aprovado, o novo projeto de descontinuidade das negociações do Nubank no Brasil dará três opções aos acionistas brasileiros.  Os membros do programa NuSócios também terão a possibilidade de tomar a mesma decisão.

Segundo o novo projeto do Nubank, os acionistas da companhia precisam decidir entre:

  • manter-se como acionista, mediante o recebimento de ações ordinárias Classe A negociadas na NYSE, na proporção dos BDRs Nível III detidos por cada titular, sendo que cada BDR Nível III representa 1/6 de cada ação ordinária Classe A;
  • manter-se como detentores de BDRs da Companhia mediante o recebimento de BDRs Nível I Não Patrocinados, na proporção de 1:1 para os BDRs Nível III detidos por cada titular;
  • caso não seja feita qualquer manifestação durante o Período de Definição, será realizada a venda, na NYSE, da totalidade das ações que servem de lastro de seus BDRs Nível III, sendo que os valores em dólares resultantes dessas vendas serão convertidos para reais pela instituição depositária do Programa de BDRs Nível III.

Confira o novo documento do Nubank:



Fonte