Fabio Turci foi demitido da Globo nesta quarta-feira (5/4). O jornalista foi incluído no “pacotão” de profissionais que foram desligados da emissora e usou as redes sociais para falar sobre o amor pela profissão.

O comunicador chegou na Globo em 2003 e participou de coberturas importantes em São Paulo. Também atuou como correspondente em Nova York por cinco anos e atualmente estava atuando no setor de reportagens da emissora.

“Hoje, aquele adolescente é um quarentão que acaba de sair da frente das câmeras. A televisão que apareceu em seu caminho lá atrás lhe deu licença, hoje, pra continuar. Por onde? Sei lá. O mundo mudou muito. Não é uma questão de não ter pra onde ir. É uma questão de escolher qual caminho tentar. Mudou tudo, mas uma coisa não mudou: ele ainda sonha mudar o mundo”, escreveu em parte do texto.

Ao Notícias da TV, a Globo disse que “lamenta quando se despede de profissionais que ajudaram a escrever e a contar a sua história”. Leia a íntegra:

“A Globo, assim como as demais empresas de referência do mercado, tem um compromisso permanente com a busca de eficiência e evolução, mas lamenta quando despede de profissionais que ajudaram a escrever e a contar a sua história. Isso, no entanto, faz parte da dinâmica de qualquer empresa. Os resultados da Globo refletem a boa performance do conjunto das suas operações e uma constante avaliação do cenário econômico do país e dos negócios.  Como parte do processo de transformação pela qual vem passando nos últimos anos e alinhada à sua estratégia, a empresa mantém a disciplina de custos e investimentos em iniciativas importantes de crescimento.”

Mais demissões na Globo

Além de Thaís, outros nomes do jornalismo também entraram no passaralho da emissora. A lista inclui Márcia Witczak, Fábio William, Marcelo Canellas e Leila Sterenberg.





Fonte