O Kid Abelha foi uma das bandas brasileiras com o maior número de hits radiofônicos do Brasil, tendo mais de 30 canções bem executadas nas rádios do país. Formada em 1981 entre amigos de faculdade, a banda tem história para contar. Confira 10 curiosidades sobre o Kid Abelha.

Bruno Fortunato, Leoni, Paula Toller e George Israel – a banda Kid Abelha, nos anos 80 | Foto: Divulgação

10 curiosidades sobre a história da banda Kid Abelha

1- O Kid Abelha se formou quando Paula Toller conheceu Leoni na faculdade

A banda carioca se formou quando Paula Toller entrou na faculdade de Desenho Industrial e Comunicação Visual da PUC-Rio e lá conheceu o cantor e compositor Leoni.

Os dois começaram a namorar e ela acompanhava os ensaios da banda em que Leoni era vocalista e baixista, que na época se chamava Chrisma e também contava com Pedro Farah na guitarra e Carlos Beni na bateria.

2- A banda mudou o nome para ‘Kid Abelha e os Abóboras Selvagens’ em 1982

Nesta mesma época, Paula começou seus estudos em canto lírico e logo entrou para a banda, em 1981, como vocalista e letrista. Eles ainda conheceram George Israel, apresentando-se com seu saxofone em Búzios, e também o convidaram a fazer parte da banda, que logo mudou de nome para ‘Kid Abelha e os Abóboras Selvagens’, em 1982.

3- A banda brasileira Gang 90 e as Absurdettes foram uma grande influência

Paula conta que, nesta época, ficou completamente apaixonada por uma apresentação da banda de rock brasileira Gang 90 e as Absurdettes, tocando a canção “Perdidos na Selva” música de Guilherme Arantes, Júlio Barroso e Mário Vaccari, pioneira no estilo new wave no Brasil, em um festival de música na televisão.

A banda contava com um coro de vozes femininas e Paula teve certeza de que era aquele tipo de música que ela queria cantar.

4- A primeira música a ser executada na rádio foi ‘Distração’, de Leoni e Carlos Beni

Logo, o Kid Abelha e os Abóboras Selvagens faziam a sua primeira apresentação e tiveram a sua primeira canção executada em um programa de rádio: Distração, de Leoni e Carlos Beni.

O sucesso foi imediato e a banda começou a se apresentar no Circo Voador, no Rio de Janeiro, sendo convidada para gravar suas primeiras canções em um LP, chamado Rock Voador, em 1982, que contava com a participação de diversas novas bandas do cenário nacional.

5- Em 1982, Bruno Fortunato entra para a banda

Para o disco, além de Distração, gravaram Vida de Cão é Chato pra Cachorro, também de Beni e Leoni. Logo em seguida, ainda em 82, Pedro Farah e Carlos Beni deixam a banda, que passa a contar com Bruno Fortunato na guitarra e os bateristas entrariam somente como convidados.

6- Logo no primeiro compacto do Kid Abelha, ‘Pintura Íntima’ foi um sucesso

Em 1983, a banda foi contratada por sua primeira gravadora e lançou o seu primeiro compacto, que conta, de um lado com a clássica Pintura Íntima, de Paula e Leoni e um dos maiores sucessos de toda a carreira da banda, e do outro lado com outro grande sucesso: a canção Por Que Não Eu, de Paula, Leoni e Herbert Vianna.

7- O primeiro álbum do Kid Abelha conta com os sucessos ‘Fixação’ e ‘Como Eu Quero’

O primeiro compacto vendeu mais de 100 mil cópias e ganhou disco de ouro. Logo, veio o primeiro álbum da banda, Seu Espião, de 1984, que conta com, além das duas canções já lançadas em compacto, os imensos sucessos: Fixação, Alice (Não me Escreva Aquela Carta de Amor) e Como Eu Quero.

8- Ganharam disco de ouro logo no disco de estreia

Todos os sucessos do disco estouraram nas rádios e o álbum de estreia do Kid Abelha e as Abóboras Selvagens vendeu mais de 150 mil cópias, também ganhando disco de ouro.

O repertório do disco trouxe temas como romantismo ingênuo, adolescência, rebeldia, monotonia do mundo adulto, a relação entre fã e ídolo e o feminismo.

9- Kid Abelha participou da primeira edição do Rock in Rio

Em 85, Paula e banda tocaram na primeira edição do festival Rock In Rio e lançaram o seu segundo álbum: Educação Sentimental.

Entre os grandes sucessos do novo disco estão as canções Lágrimas e Chuva, Garotos, Os Outros e a regravação do hit A Fórmula do Amor, gravado pouco antes por Leo Jaime, com a participação da banda. 

10- O álbum ‘Educação Sentimental’, do Kid Abelha, chegou a receber diversas críticas negativas

Na época do lançamento, o álbum recebeu diversas críticas negativas e anos depois foi considerado como uma das grandes obras-primas da década de 80 e o melhor de toda a carreira da banda, muito arrojado musicalmente, poeticamente e conceitualmente.

Para saber mais detalhes e outros fatos curiosos sobre a banda Kid Abelha, clique aqui e ouça o Acervo MPB especial Kid Abelha, quando e onde quiser.





Fonte