Ao entender o código de um programa, é possível analisar seus algoritmos e entender como os conteúdos, e perfis, estão sendo priorizados mais do que outros (Imagem: REUTERS/Carlos Barria)

Elon Musk, CEO da Tesla e do Twitter, anunciou nesta sexta-feira (31) que dará sequência ao seu plano de tornar a rede social de código aberto.

Ou seja, a estrutura, a programação da rede será aberta para todos, o que permitirá que a rede possa ser auditada por especialistas. A ideia é haver um ciclo de feedback gratuito com sugestões sobre erros e melhorias entre a comunidade da rede social.

A iniciativa ainda não foi aderida por nenhuma outra plataforma de mídia tradicional no mundo, apenas em blockchain na chamada Web3.

Ao entender o código de um programa, é possível analisar seus algoritmos e entender como os conteúdos e perfis são priorizados.

Em outras palavras, ao abrir o código da rede social, é possível analisar as técnicas certeiras de como viralizar na plataforma, ou ao menos não “flopar”.

“Algoritmo se torna código aberto ao meio-dia, horário do Pacífico”, diz bilionário. O horário de Brasília do lançamento do algoritmo da rede social azul é às 16h.

  • Entre para o Telegram do .! Acesse as notícias que enriquecem seu dia em tempo real, do mercado econômico e de investimentos aos temas relevantes do Brasil e do mundo. Clique aqui e faça parte!

Elon Musk avança no Twitter e critica IA

Nem de longe foi a única coisa que ganhou os holofotes no Twitter de Musk nesta semana. O anúncio ocorre dois dias após ele endossar, junto de pesquisadores, especialistas, executivos do setor de tecnologia, uma carta aberta que convida empresas de todo o mundo a pausar o desenvolvimento de Inteligências Artificiais, como o ChatGPT. O pedido se dá pelo período de seis meses, ao menos.

O rápido avanço e a ausência de protocolos de segurança acerca do assunto impulsionaram a publicação da carta aberta pelo grupo sem fins lucrativos Future of Life Institute.





Fonte