A figurinista Ruth E. Carter se tornou a primeira mulher negra a ganhar dois Oscars. Neste domingo (12), ela conquistou sua segunda estatueta por “Pantera Negra: Wakanda Para Sempre”.

Em seu discurso, Carter agradeceu à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas por “reconhecer esta super-heroína que é uma mulher negra”.

“Ela resiste, ela ama, ela supera”, disse Carter, vestida com um impressionante vestido dourado, em homenagem às mulheres negras que ela vestiu em seu trabalho. “Ela é cada mulher neste filme. Ela é minha mãe”.

Carter disse ao público que sua mãe morreu no início da semana aos 101 anos.

“Este filme me preparou para este momento”, disse ela, e depois fez referência ao falecido astro de “Pantera Negra”, Chadwick Boseman, que morreu em 2020, e pediu-lhe para “por favor, cuidar da mãe”.

A aclamada figurinista já havia sido indicada ao Oscar por seu trabalho em “Malcolm X”, de Spike Lee, e “Amistad”, de Steven Spielberg.

Em 2019, ela foi primeira mulher negra a ganhar um Oscar de figurino por seu trabalho em “Pantera Negra”. Quatro anos depois, ela venceu a mesma categoria pela sequência do longa.

Apenas quatro outros vencedores negros do Oscar ganharam várias estatuetas em categorias competitivas:; os atores Denzel Washington e Mahershala Ali e os mixers de som Willie D. Burton e Russell Williams II.



Fonte