RPM foi um verdadeiro fenômeno nacional e boa parte do seu sucesso se deu pela canção Olhar 43.

É muito provável que você já tenha escutado essa expressão por aí, mas talvez não saiba que ela existe graças a uma canção da banda de rock brasileira mais querida dos anos 80.

A seguir, veja a história de como surgiu a música:

Conheça a história da canção Olhar 43, grande sucesso do RPM | Foto: Divulgação

Nascimento do RPM

O RPM nasceu nos anos 80, no auge do rock no país, quando as bandas do gênero começaram a atrair multidões para shows e festivais.

Paulo Ricardo morou em Londres em 83, ano que aconteceu uma verdadeira onda de pop britânico, chamada pelos americanos de segunda invasão britânica.

Era uma época de revolução, o rock havia acabado de passar pela ruptura do punk e estava adquirindo aquela uma pegada mais fashion, influenciado grandemente por nomes como David Bowie.

Então, Paulo entrou em contato com Luiz Schiavon e lhe disse que queria fazer uma banda exatamente assim, que representasse aquele rock.

Foi assim que o Brasil viu nascer o lendário RPM.

História da música Olhar 43

A música que viria a ser um grande sucesso em todo o país, Olhar 43, foi lançada apenas 2 anos depois da estreia da banda.

Segundo Paulo, a música era um “exercício de contemporaneidade”. Os músicos queriam fazer algo diferente da sonoridade que estava em alta na época e que colocasse as pessoas para dançar.

Então, aproveitando referências do high-tech, techno pop e até mesmo música disco, Schiavon compôs uma base de teclado para a música inteira. Aliás, um dos motivos pelo qual Olhar 43 foi tão revolucionária foi justamente pela presença forte do teclado na canção, tomando o protagonismo até da guitarra, que é característica do rock até hoje.

Foi em cima dessa base que Paulo Ricardo colocou uma melodia de voz e escreveu a letra icônica.

Seu corpo é fruto proibido

É a chave de todo pecado e da libido

E pra um garoto introvertido como eu

É a pura perdição

É um lago negro o seu olhar

É água turva de beber, se envenenar

Nas suas curvas derrapar, sair da estrada

E morrer no mar, no mar

É perigoso o seu sorriso

É um sorriso, assim, jocoso, impreciso

Diria misterioso, indecifrável

Riso de mulher

Não sei se é caça ou caçadora

Se é Diana ou Afrodite ou se é Brigitte

Stephanie de Mônaco, aqui estou

Inteiro ao seu dispor (princesa)

Princesa

Pobre de mim

Invento rimas assim pra você

E um outro em em cima

E você nem pra me escutar

Pois acabou, não vou rimar coisa nenhuma

Agora vai como sair

Que eu já não quero nem saber

Se vai caber ou vão me censurar (será?)

E pra você eu deixo apenas

Meu olhar 43

Aquele assim, meio de lado

Já saindo, indo embora

Louco por vocês (pequena)

Que desperdício

(Tesão)

O compositor conta que demorou vários dias para escrever uma letra que chegasse ao nível que ele buscava para a canção.

A música se trata de uma declaração de amor de um adolescente apaixonado por uma menina maravilhosa aos olhos dele.

Segundo Paulo, ele era o típico garoto tímido e nerd em sua adolescência. E na música, o menino faz jus a essas características, amando em segredo a garota, que nem faz ideia desse sentimento.

Em determinado momento da música, Paulo canta:

(…)E você nem pra me escutar

Pois acabou, não vou rimar coisa nenhuma

Agora vai como sair

Que eu já não quero nem saber

Se vai caber ou vão me censurar (será?) (…)

De acordo com ele, nesse momento, sua paciência com a música realmente tinha acabado, por isso utilizou essa oportunidade para fazer como se o garoto estivesse de saco cheio de não ser notado pela menina.

Assim, deixa apenas o seu “olhar 43”, expressão que foi inspirada no famoso “olhar 19” do programa Balança Mas Não Cai e virou um sinônimo de ato de sedução que é usado até hoje.

O próprio Paulo tinha esse olhar como uma característica sua, visto que ele tinha miopia e acabava utilizando essa forma de olhar para disfarçar sua situação.

E aí, gostou de conhecer a história por trás da música Olhar 43? Para mais conteúdos como este, cheios de música e brasilidade, continue acompanhando a Novabrasil por aqui!





Fonte